O amor de alma : uniu pastor belga a seu dono

Amor de alma que uniu pastor belga a seu dono . essa transformação foi gradativa O nome desse irmão de alma é Tufão , . No começo gostava dele como todo cachorro que tivemos. No inicio  achava que tinha algo diferente naquele animal, mas não tinha algo definido na minha cabeça.

 

O primeiro momento que percebi que aquele cachorro era diferente, foi quando ele pegou parvovirose, mesmo estando vacinado contra a doença.. Na realidade ele estava vacinado contra todas as doenças, mesmo assim pegou a enfermidade. Um dos fatores que ajudaram ele é que ele adorava maçã.

 

O veterinário aconselhou  a continuar dar a maçã, pois a doença fazia ele evacuar sangue. E a maça junto aos remédios poderiam reverter o quadro. O veterinário foi bem franco conosco , que poucos animais escapavam da doença.Desta forma começou  O amor de alma que uniu pastor belga a seu dono.

 

Colocava o despertador para alarmar nas madrugadas para poder dar o remédio na hora correta. .Este fato levou quase 1 mês. Uma madrugada achei algo estranho o pano que ele dormia não estava aonde ficava para ele dormir. Ai procurei o terraço todo até que achei ele brincando de morder o pano num canto do terraço.

 

Desci correndo e chamei meu pai para ver o cachorro, ele subiu resmungando cheio de sono, falando que o veterinário havia dito que era difícil o caso dele. Fiquei na minha. Quando chegamos lá, meu pai viu o tufão enrolado no pano e rolando no mesmo. Ai acabou o sono dele e abriu um belo sorriso, pois quando ele nos viu pulou em cima de nós.

 

Tratei de dar o remédio dele e peguei uma maça e dei a ele que adorava esta fruta. Desde o começo este cão demonstrou ser um canino diferente, pelo menos com nós.Quando bateu no relógio 9 da manhã o carro estava pronto para leva-lo no veterinário. Quando chegou lá  O amor de alma que uniu pastor belga a seu dono  , já tinha se completado

 

O veterinário ao olhar o Tufão ficou admirado. E nos perguntou o que vocês fizeram para este cão se encontrar tão bem? eu falei doutor eu colocava o relógio para despertar  e dava todo dia maça para ele. Ele perguntou como anda as fezes dele. Eu falei olha doutor, esta diferente de antes, que era só sangue. Agora esta misturada parte sangue e parte fezes pastosa. Ele falou isto é ótimo, continue a fazer o que você esta fazendo.

 

 amor de alma  que uniu pastor belga a seu dono

 

Aos poucos o Tufão ia se recuperando e afastando de vez a sua morte. Ele sempre foi um cachorro brincalhão e caseiro e esse fato consolidou . Amor de alma que uniu pastor belga a seu dono. Tínhamos uma brincadeira onde  eu espirrava a borracha e ele atacava a parede molhada. Ou outra que ele gostava mais ainda, eu enchia a seringa de água e corria e espirrada pela parede e ele corria atrás da água na parede.

 

Outro fator ele adorava passear. Tufão uma espécie linda de pastor belga preto de pelo longo. A única coisa que eu tinha que impedir era a vontade sem limites, dele brigar com os outros cachorros. Quando eu poderia pensar que este animal gradativamente se tornaria através de um processo  de forma fraternal.  Amor  de alma que uniu pastor belga a seu dono

A  descoberta da doença degenerativa

 

Nós éramos unha e carne, tudo que fazia o queria fazer com ele. Só que quando ele completou 10 anos parece que o mundo desabou. caiu a parte traseira dele e não levantava mais. Levamos no veterinário. O veredito dele ,doença coxofemural. Tratamento não existe. Ele vez por outra, tomava injeções para diminuir as dores. Segundo veterinário os cães grandes tem um índice bem maior de adquirir esta doença. Geralmente nesta fase de vida. Entre os 8 anos e os 10 anos.

 

Voltei muito triste para casa. Cheguei a chorar e muito de forma escondida. Só que teríamos que conviver com essa nova realidade. Tufão  arrastava a parte traseira e muitas das vezes para levantar tinha que fazer mais de uma tentativa. Eu pensava comigo, como será quando chegar o final disto tudo.

 

Desde a descoberta do problema do  tufão ele só foi piorando. Cada vez ele se arrastava mais e mais pelo cimento ou por áreas com piso. Nunca mais pude fazer passeios com ele. Um fato de importância e relevância um fator de risco a mais para o seu cão adquirir estas doenças são o acasalamento de animais com grau de parentesco próximo. Então nada de cruzar filho com mãe, pai com filha , irmão com irmã e situações semelhantes

 

A chegada do fim

 

Agora começa a chegar a parte mais trágica com o  e meu amor eterno. Quando faltava 1 semana para ele completar 14 anos ele caiu e não levantou mais e sentia muitas dores. Liguei para o veterinário e expliquei a situação e perguntei se poderia dar aquela injeção que ele estava acostumado. Ele disse que sim, mas me disse para leva-lo no domingo para vê-lo.

 

No domingo combinado levamos e o veterinário deu soro e remédios para amenizar a dor dele e ver se ele se recuperava. Pensei, pensei. Falei com meu pai. Ele me disse você que sabe. Ele saiu do consultório e eu fui falar com o veterinário. Falei não tem mais jeito doutor. Ele respondeu a única solução para ele não sofrer mais é eutanásia.

 

Eu perguntei ele vai sofrer? ele me respondeu damos uma anestesia ele dorme e depois damos a outra. Eu falei a fatal. Então faça doutor, mas quando o senhor der a primeira desejo me despedir dele. ele deu a anestesia eu e meu pai nos despedimos do Tufão e nunca mais o vimos. Nascimento e morte no mesmo dia do ano primeiro de Janeiro.

 

Se desejar conhecer outra história que participei com outro anima. muito importante para mim. No começo era um animal comum ,  derrepente do nada virou um ser inesquecível   na minha vida. click aqui e conheça minha trajetória com este animal

 

Conheça mais sobre pastor belga clicando aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Meu nome é Luiz Carlos Ramalho, jornalista e amo escrever. Tenho paixão por gatos e cachorros. Meu lema é só se consegue algo, usando o amor na frente de tudo que se faça.

4 Comments

Deixe um comentário