O que é a displasia coxofemural?

A displasia coxofemural, é Uma doença ortopédica hereditária, que atinge as articulações do quadril do cachorro. O principal sintoma desta doença, é que o cachorro da  sinais de dor e fraqueza nas patas traseiras e demonstrando muita dificuldade ao andar.

 

Outra alteração que a doença provoca é mudança no modo de sentar, perda de vontade de brincar ,de outras situações que dificulta a locomoção do cachorro. Esta doença pode ocorrer em qualquer raça, porém é mais comum nas raças grandes e gigantes. Tais como pastores, labradores, dog alemão , dentre outras.

 

Existe uma estatística que cerca de 60% à 70% podem apresentar  a displasia coxofemural. Um outro fator que aumenta o índice nestas raças, é que elas são as mais procuradas e assim ,dissemina mais facilmente o problema. A questão se agrava, pois em geral, os donos não tem o cuidado na procriação. Vejamos não é nada aconselhável cruzar parentes. Dessa forma estaremos incentivando a proliferação da doença em outras gerações

 

Displasia coxofemural

 

 

Sabemos que a displasia coxofemural ocorre quando o cachorro passa por um crescimento ósseo rápido e já não ocorrendo na musculatura do animal. Essa hipotrofia ( perda da força muscular do corpo ) com isto favorece a frouxidão e instabilidade no encaixe entre a cabeça do fêmur e o acetábulo, composição óssea localizada no quadril, propiciando dor e dificultando a locomoção do cão.

 

A obesidade, fatores genéticos, hábito de saltar , entre outras situações provocam o agravamento do quadro. Podemos atenuar a situação, da displasia coxofemural  desde a infância. Como fazer isto? mesmo sendo uma doença genética que ocorre em cães mais velhos. a doença pode se agravar por fatos que ocorrem na infância e não nos damos conta.

 

Uma forma de se prevenir é não atiçar o filhote até um ano de idade a brincar dando saltos, também mudanças abruptas de percursos, já uma atividade  exelente para  evitar impactos brutos é a natação desde bem jovem. Além de evitar a doença você estará desde cedo acostumando a água e assim não terá problemas na hora do banho.

 

O principal fator da displasia coxofemural é a dor que pode ser percebida pelos gemidos do cão e também a dificuldade em se levantar.  Por isto mesmo o cão prefere ficar sentado ou deitado e quando se levanta caminha rebolando. Na maioria das vezes ela só se apresenta quando o cão esta idoso, porém a casos que com meses de idade, o cão já apresenta sinais da doença.

 

Qualidade de vida

 

No momento que for detectada a doença tem que se procurar o veterinário para ele amenizar o sofrimento do animal, pois esta doença não tem cura. O especialista vai indicar o melhor tratamento para o seu cão. Com o uso de uso de anti-inflamatório para aliviar a dor, exercícios moderados, dependendo do estado do animal, como natação e caminhadas curtas, acupuntura, fisioterapia e cuidados com a alimentação para não ganhar peso.

 

Quando o quadro é muito grave pode-se se tentar a cirurgia, com o intuito de amenizar o sofrimento do animal. Nunca pensando na cura, pois ela é uma alteração genética e dessa forma ,não se existe propriamente a cura, mas também esta enfermidade não vai matar o cachorro.

 

Antes da reprodução se previna

 

Para se prevenir contra a displasia coxofemural só tem uma solução, é não permitir o cruzamento com cachorros que apresentem este quadro.Na hora da compra, de um filhote, e ele for uma das raças pré dispostas a apresentar esta doença é fundamental pedir ao criador um laudo radiográfico dos pais atestando, que os pais não apresentam displasia no quadril e se possível os avós.

 

Com este fato você diminuem  e muito a possibilidade da doença. Se for uma raça sem denominação( os vira latas ) é necessário que faça uma avaliação médica, principalmente se o tamanho deles for médio ou grande. As raças pré dispostas a terem displasia coxofemural, são os pastores, pitbull, labradores, dogs alemães e outras.

 

 

 

Meu nome é Luiz Carlos Ramalho, jornalista e amo escrever. Tenho paixão por gatos e cachorros. Meu lema é só se consegue algo, usando o amor na frente de tudo que se faça.

Deixe um comentário