Cinomose: a doença mais temida dos donos de cães

O perigo da Cinomose. Compreender esta doença pode auxiliar no salvamento do seu cão. Esta doença é causada por um vírus e é bastante contagiosa entre os cães. O perigo da Cinomose e pelo seu alto índice de falecimento. Ela pode atingir qualquer raça de cão, sendo que o mais comum é atingir os filhotes.

 

Quando comparada com outras doenças , o perigo da cinomose é maior que as outras que atingem os cães. Esta doença é que mais leva cães ao óbito, chegando de 25% à 75%. Entre os filhotes este índice cresce, pois o bichano não esta totalmente preparado para combater todos os efeitos do vírus .

 

Apesar do perigo da cinomose, que é pouco conhecida e temida para quem ouviu falar dela, não é de todo impossível se combater ela, ou seja nem todo animal com cinomose esta marcado para morrer. Um fator é decisivo no combate a doença é um diagnóstico precoce.

 

Quando a doença demora a ser percebida o tratamento é bem mais complexo e lento, devido o vírus evoluir e ir atingir a parte neural do animal. Com isso deixando sequelas neurológicas como tremores, paralisia e tiques nervosos.

 

O perigo da Cinomose

 

A transmissão canina ocorre por partículas virais presentes no ar ou nas secreções oculares, nasais, orais ou fecais.As secreções ainda podem contaminar água, comida e objetos. Nós podemos carregar o vírus na roupa, mas a doença só afeta animais como cães e furões.

 

O perigo da cinomose é tamanho que devemos ressaltar que nenhuma raça de cachorro esta livre da doença, inclusive os ditos popularmente de vira latas. O maior perigo esta nos filhotes, mas os cães adultos não estão totalmente fora de perigo de pegar esta doença.

 

Uma prevenção importante é deixar o habitar do animal sempre asseado e limpo, para dificultar a propagação do vírus. Claro que isto não impedirá , que a doença se instale no ambiente, mas será um fator de grande relevância no aparecimento da doença. Sabemos que o perigo da cinomose é verdadeiro e cruel com os donos de cães.

 

5 etapas  do ciclo da Cinomose

 

O perigo da cinomose é alto como vimos até agora. A partir de agora veremos como o vírus se instala no organismo do cão.

 

1- fase oftalmológica- Antes de entrar em qualquer parte do organismo ela atinge os olhos do cão, provocando sintomas como conjuntivite, congestão ocular, lesões perioculares e secreção nos olhos.

 

2- fase respiratória- é a fase onde ela encontra melhor caminho para se disseminar pelo resto do organismo. O comum nesta fase é provocar um quadro grave de tosse, dificuldade de respiração, pneumonia, além de secreção nasal. Esta etapa é que evidencia o perigo da cinomose.

 

3- fase tegumentar- nesta etapa o perigo da cinomose pode atingir a pele , pelagem, unha e glândulas. Entre as reações esperadas podemos enquadrar a hiperqueratose do nariz, excesso de queratina ,que provoca o endurecimento, patas ressecadas e mancha no abdome.

 

4- fase digestiva- O microrganismo se multiplica no intestino. É  a segunda área do organismo mais atingida. Com isto provoca inflamações que se manifestam por vômitos , diarreia e perda de apetite.

 

5- Fase neurológica- Por sinal , o perigo da cinomose, no estágio mais avançado. O vírus se dirige ao sistema neural central, onde o estrago e mais profundo.Provocando encefalite. Sendo que este fator pode provocar convulsões, cegueira, paralisia, perda de consciência e tiques nervosos.

 

Como conclusão a melhor coisa que se pode fazer é a prevenção. Como se faz isto? Para evitar que os nossos amados sejam infectados devemos vacina-los. Como o vírus não privilegia faixa etária, então devemos nos precaver desde que eles são filhotes.

 

O recomendado é que ele tome a primeira dose com 45 dias de vida e as outra duas doses num intervalo de 21 à 30 dias, sendo que para isto o animal não deve estar doente. Ao término desse ciclo o recomendado é que ele tome um reforço anualmente. Uma observação importante durante a fase de imunização não deixe ele perto de outros animais e mesmo não faça passeio pela rua com ele.

 

Um problema que não é muito divulgado o perigo da cinomose e as pessoas não sabem disso. Outro fator não existe campanha de vacinação em relação a cinomose e assim sendo, não é gratuita. Por isto não adianta vacinar seu cão apenas nas campanhas, que são apenas contra raiva canina, que é transmitida para o homem, por isto existe a campanha. Pense numa coisa seu cão não é seu filho, então faça um esforço e vá a uma veterinária.

 

A cinomose na maioria dos casos é fatídica. Por isto o melhor conselho é apreender e muito sobre esta doença

 

O importante ressaltar que uma das formas de se combater esta doença é através da vacinação. Este fato diminui e muido a incidência da doença principalmente nos filhotes

 

 

 

 

Meu nome é Luiz Carlos Ramalho, jornalista e amo escrever. Tenho paixão por gatos e cachorros. Meu lema é só se consegue algo, usando o amor na frente de tudo que se faça.

3 Comments

Deixe um comentário